segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Passo

Se minhas pernas me levassem
Onde todos os caminhos vão dar,
Andaria até as pernas doerem;
Mas o objetivo é nunca chegar.

Supondo que o cansaço chegasse,
O que eu haveria de fazer?
Esperaria que a temperatura abaixasse,
Ou estaria pronto para morrer?

Hei de prosseguir nesta trilha
Sozinho, com meu próprio fado
Avançando de milha em milha
Remoendo cada passo dado.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário