sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Mente que eu gosto

Quem disse
Que de poesia não gosta,
Ou mente,
Ou perdeu alguma aposta;
Ou nunca amou,
Ou nunca se estrepou;
Ou sempre fingiu
E nem sequer existiu.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário