segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

nha eu

Arranha o céu
Aranha o véu
Assanha o mel
Apanha o fel

Fabiano Favretto

Titanic

Um coração Titanic
Afundado,
Rachado ao meio,
Congelado.
Vários botes
Salva-vidas,
Mas só eu morri.

Fabiano Favretto

Por medo

Por que me vens à cabeça,
Se tudo o que eu quero
É simplesmente esquecer-te?
Por mais que eu peça
À Deus, e assim espero
Que se Ele atender-me,
Assim eu te esqueça,
Ainda me desespero,
Por medo de querer-te.

Fabiano Favretto

domingo, 4 de dezembro de 2016

Segunda está perto

Domingo só serve para deixar-nos
Felizes com a maionese na hora do almoço,
E tristes quando ouvimos a vinheta do Fantástico.

Fabiano Favretto

Fossa Nova

Sofre tanto
O meu coração
Ouvindo João, Vinícius e Jobim,
Que já estou cantando
Fossa Nova.

Fabiano Favretto

Quem é o bicho?

Espírito de porco,
Corno como um touro.
Pés de galinha,
Já o chamaram de cachorro.
Homem, 
Quem é o bicho?

Fabiano Favretto

Degustação

Comi poesia com farinha
No almoço e janta;
Morreu engasgado
Entre uma garfada de Drummond
E uma mastigada de Pessoa.

Fabiano Favretto