quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

E neste meio, quantas palavras cabem?

Sete anos
Não são sete dias,
Mas voam como se fossem
Sete pássaros em meio à ventania.

Fabiano Favretto

Aos meus 7 anos de blog

A ti, meu canto
De repúdio e encanto
Dedico este verso
Mais que perverso,
Mas que é de agradecimento:
Tenho em ti mais sentimento
Do que em pessoas que já amei.
Destas a ti eu lamentei
Sem ao menos pensar:
A você fui me queixar
E escrever as minhas dores,
Pesares e clamores.
A ti dediquei sete anos
E haverão ainda muitos
Que haverei de a ti recorrer
Para versos escrever
Com finalidade de me eliminar,
E minha loucura poder sanar.
Petto di Gingillo,
Aqui nada é sigilo,
Apenas leitura não tão leda
Que dissolve como seda
N'uma linha a se perder
Entre os lábios de quem irá ler.

Fabiano Favretto