quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Vendo meus sonhos!

Vendo meus sonhos!
Alguns em bom estado,
Outros bem gastos,
Mas possíveis de serem sonhados.

Vendo à preço de custo.
Carregam ainda a essência,
E ainda repletos de toda a ciência.
Alguns foram sonhados no susto.

O motivo de desfazer-me
De todos os sonhos meus,
É que estou a desacreditar-me

De todo sonho que nasceu.
Partido não mais tomarei
De todo sonho que é meu.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário