quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Não há

Não há poesia
Sem algum
Tipo de revolução.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário