sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Será que sabe?

Ela deve saber que dela gosto,
Mas não é mais setembro
E nem é mais agosto;
Pelo menos não me lembro

Ter olhado naqueles olhos,
Ter tocado n'aquela pele.
Foram dois grandes abraços
E aquela vontade que impele.

Conversamos mais de meia hora,
Falamos de tudo um pouco.
Mas falamos menos de uma hora.
Saudade me deixará louco.

E agora em casa,
Chateado, triste e comovido,
Não há nada que me faça
Sair deste estado iludido.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário