sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Brio

Não existe primavera:
Tudo é triste e frio.
As flores, quem me dera,
Não perdessem o seu brio.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário