segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Embaçada visão

Só de ver a foto,
Meu coração se parte.
Antes que meu coração infarte
Quais os verdadeiros fatos?

Não compre a melhor camisa,
Não beba, não fume.
Pare no semáforo.

Obedecemos à uma luz vermelha.
Me falaram que amarelo significa

Atenção.
Sempre ignorei.
Não vire à direita,
Não fale alto,
Não dance,
Não pise na grama.
Não olhe os anúncios nos jornais.
Mas afinal o que é real?

Não beije,
Não transe.
Pecado.
Não sinta prazer.

Penitência de mim mesmo,
O inferno corre em minhas veias.
Como poderei salvar-me
Perante à minha própria ausência?

Meu coração se parte,
Somente ao ver a foto.
Se parte. Se arrebentam
Os membros
Deste corpo que padece
Ao simples motivo
De minha
Embaçada visão.

Fabiano Favretto

2 comentários:

  1. "Como poderei salvar-me
    Perante à minha própria ausência?" - Culpa. Negligência? Imprudência? Imperícia?
    "J"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um misto de tudo isso, e mais algumas coisas.
      Complicado no mesmo nível que minha ausência.

      Abraços,
      Fabiano Favretto

      Excluir