sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Depois de setembro

Na primavera
Não há amor:
Há quimera
Em flores de dor.


Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário