domingo, 31 de dezembro de 2017

Girassol

Manda essa chuva embora
Para longe do meu coração,
Que a luz do Sol agora
Tomará toda a imensidão.

Esse Sol que chegou no momento
Fazia-se oculto desde então,
Mas agora em novo tempo
Veio livrar-me da escuridão.

Poderia a chuva molhar os olhos
E o barro em meus pés prender-me,
Mas fiz das lágrimas ladrilhos
Para assim eu conhecer-te.

O Sol que agora me ilumina
No momento está distante,
Mas a sua luz o amor culmina
Que a saudade já é constante.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário