domingo, 31 de dezembro de 2017

Quero ser Orion

Não sei se tu irá querer
O pouco que tenho a te oferecer:
A minha companhia
E quem sabe alguma poesia.

Sei que sou limitado
E ainda repleto de falhas;
Talvez algo que tenho te valha
E seja de seu agrado.

Sois tão bela e fulgurante
E da natureza és parte como Ártemis,
Porém é mais benevolente

E alheia à toda maldade, és feliz;
A tua boca anseio constantemente
Tornando você tudo o que eu mais quis.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário