segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Um e dois

Vamos dançar agora
A valsa que nunca dançamos,
Pois o tempo passa e avançamos:
A vida não demora.

Vamos valsar agora
A dança que nunca valsamos,
Afinal o contento passa e ficamos:
A felicidade vai embora.

Vamos rodar agora,
Pois o ritmo está marcado;
Não quero ir embora

Queria contigo ter ficado,
Porém do ritmo estás fora
Por ter sempre me matado.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário