segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

23:23

As horas contam
Sobre você,
As horas contam
Como você me deixou.

As horas contam
Sobre mim,
As horas contam
Como o meu eu me ensinou.

Mas as horas contam
E sempre fui tão ouvinte.
Agora é tarde
E as dores se aprimoram.

As horas contam
E já passam das onze e vinte,
Então agora é tarde
E esse tempo me apavora.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário