quarta-feira, 22 de abril de 2015

Órbita

Será que era verdade,
Ou somente um momento
De ilusão permanente,
Impressão de contentamento?

Em estar pensativo
A distância parece aumentar
Tudo ficou relativo
Estou fora de de órbita, no ar.

Fabiano Favretto

2 comentários:

  1. Gosto muito dos teus versos!
    Sdd daqui. Queria ter tempo de vir sempre, sempre...

    Beijoo'o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Simone, fique sempre à vontade
      para me fazer uma visita.
      É um prazer recebê-la aqui no meu blog.
      E ah, seus versos são muito bons também.

      Beijos,
      Fabiano Favretto

      Excluir