quinta-feira, 23 de abril de 2015

Ausência

Se quem amamos um dia vai-se,
Devemos amar cada dia mais
E sorrir com carinho ao lembrar-se
Da sua imagem, alegria e paz.

A distância no peito é presente
E a ausência faz-se dolorida.
Há saudade da pessoa querida,
Lembrança boa, permanente.

Futuramente, um dia talvez
Reencontraremos quem amamos
E dar abraços longos, mais uma vez
Naqueles a quem tanto respeitamos.

Perder quem amamos é frustrante,
Mas chorar pode não ser o correto:
Quem um dia aqui esteve por perto
Agora é no céu estrela brilhante.

Fabiano Favretto

2 comentários:

  1. Que hermoso escribes Fabiano..Reflexionar sobre lo escrito..escrito que sale de tu corazón que amas la poesia y la tranmites de la misma forma que la sientes!!

    Gracias por compartir y te deseo un lindo fín de semana
    Con cariño Victoria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente sai de meu coração e toma forma neste meu blog..
      Agradeço a visita, e te desejo um ótimo final de semana também.

      Abraços,
      Fabiano Favretto

      Excluir