terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Escombros

Sinto os ombros pesados,
E não é simples canseira.
Sinto os ombros fatigados
Não é uma brincadeira.

Mas hoje meus ombros,
Já não são os mesmo de outrora:
Agora carrego os escombros
Que do coração caem de hora em hora.

Fabiano Favretto



Nenhum comentário:

Postar um comentário