terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Do Não

Para aqueles que ficaram,
Deixo o meu adeus.
Para os que partiram,

Vão para onde vou eu?


Um bússola quebrada

E um pedaço de pão.
A estrada, minha brigada,

É a fortaleza do não.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário