sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Paranaense

Da terra que tem pinhão,
De lá eu sou nativo,
O Paraná, estado querido,
Eu levo no coração.

Da erva-mate ao café,
O Paraná tem suas riquezas,
O céu, o mar e até
Um simples lugar tem beleza.

Paraná dos três planaltos:
São grandes as histórias,
E maiores as memórias
Que aqui já se passaram.

Paranaense eu sou,
E paranaense ainda vou ser.
Mesmo que a vida se finde:
Paranaense até depois de morrer.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário