sábado, 16 de agosto de 2014

Viagem

Nas viagens que planejei,
Delas tu já faz parte;
Nem um instante hesitei
Em um dia chamar-te.

Dos caminhos a percorrer,
Estão as distâncias esperando.
Da noite ao amanhecer,
O tempo vai se esgotando.

O mundo em círculo,
Infinito se movimenta.
Em meio tal espetáculo,
Minha esperança se reinventa.

Viagem esta,
E viajem talvez.
Quem sabe a data é esta
De viajar outra vez?

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário