quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Sorriso

Ah, aquele sorriso!
Como é bonita boca sorridente.
Sorriso simples, sincero e preciso.
Sorriso com um "quê" de inocente.

Acompanho estas curvas,
Dedicadas todas para mim,
E que me levam às alturas
E me trazem à chegada do fim.

O nome eu não sei
Desta que o sorriso me encanta;
Amanhã eu voltarei
Para não apagar este sorriso da lembrança.


Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário