quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

É certeza

Na minha mente, 
Das idéias em profusão,
Eis que surgem eloquentes
Grandes doses de insatisfação.

Insatisfatórias perspectivas
De um eu estagnado,
Onde aquelas esperanças vivas
Me fazem parecer um coitado.

Diante da derrota eminente,
Ergo minha muralha de defesa
Forjada de esforço, completamente.
Não desistirei da vitória: É certeza.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário