segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Vendi

Na loja do velho judeu
Comprei um esmalte
Pra pintar de vermelho o céu
E o chão cor-de-malte.

Comprei pergaminhos
E fiz um belo mapa
Pra marcar os caminhos
De minha jornada.

Na loja também eu vendi
A minha esperança,
E depois logo percebi:
Faltavam minhas lembranças.

Com a acetona da tristeza
Removi o esmalte do céu.
Removi minha avareza
E rasguei da alegria o véu.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário