terça-feira, 23 de dezembro de 2014

In finito

Até onde vai o infinito
Se a minha visão alcança
Somente o palpável?

Haverá algo bonito
Se a distância enlaça
O tempo notável?

Infinitamente finito
O coração na dança
De ritmo pautável

N'um som prescrito
Feito de mudança:
Dor imensurável.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário