quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Indisposto

Hoje o jazz está para mim
Como a bebida está para o bêbado,
Mas quem sabe logo chega sábado
Para nisto tudo por um fim.

Me falta hoje o whisky e o zelo,
Mas não me falta o vício,
Neste presente tão propício
Capaz de me arrancar o que é belo.

Hoje me faltou a voz e o tato
Mas a chuva ainda cai em meu rosto;
Contigo hoje não tive contato

E isso me causa profundo desgosto,
Me fazendo parecer um chato
Me fazendo ficar um tanto indisposto.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário