terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Calma curva

Na calma curva da tua boca que sorri,
Encontrei um motivo que me comove:
Tudo o que nesta vida eu vivi,
Em direção a teus lábios me move.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário