terça-feira, 21 de outubro de 2014

Chora

Madeira e cordas
Justapostas.
No braço
De minha viola
Notas contrapostas.

Soam melodias tristes
Sobre céu, terra, mar,
Tudo que existe.

Mas eu não choro..
Chora viola.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário