domingo, 8 de dezembro de 2013

Tiro

Eis que hoje,
Um tiro no peito
Alvejou-me
Com tão grande força
Que por dentro
Nada sobrou;
Nem sequer sobrou meu coração.
Estou amputado
De meus sentimentos.
Não há prótese 
Que suporte
Amor, esperança e alegria.
Somente,
O vazio permanece
Em mim.
Só há uma coisa
Que agora
Toma conta:
Melancolia.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário