terça-feira, 10 de julho de 2018

Mortos os ponteiros

Sobrevivi até as 18 horas
Para saber que não haveria
Vida alguma nos ponteiros
Do velho relógio da esperança.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário