sexta-feira, 6 de julho de 2018

Ai de mim

Queria eu hoje
Estar fora de mim:
Poderia ser embriagado,
Em transe,
Em coma...
Queria eu hoje
Estar fora de mim,
Pois tenho hoje em mim
Todo o peso do mundo,
Do mundo que eu conheço.
Talvez não seja tão vasto,
E talvez não seja tão pesado.
Meu mundo é talvez
O bastante
Para me jogar de joelhos
E me derrotar.
Queria eu poder fugir
Para além
De minhas próprias barreiras!
Mas o mundo é uma esfera,
E se eu contorná-lo
Acabarei uma hora
No mesmo ponto.
Ai de mim!
A seleção perdeu,
O amor não veio,
E as vergonhas financeiras
Podem começar a surgir.
Ai de mim!
Queria eu hoje
Estar fora de mim,
Pois é ali fora
Que talvez 
A felicidade se encontre.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário