terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Último ato


A poesia é matar-se
Para reviver no ponto final.


Fabiano Favretto

2 comentários: