segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Girafinha

Para Suelen

Eu namoro uma girafinha.
Ela não é grandona
E nem tem longo pescoço;
Mas é uma gracinha
Quando fica mandona
E do sorriso só sobra esboço.

Ela não é amarela,
Não tem cascos
E nem manchas.
Mas como é bela,
De olhos vastos,
Brilho que avalancha.

De grande doçura,
Mente elevada
E tato sereno,
É a minha cura
É a minha amada
É meu amor pleno.

Fabiano Favretto

2 comentários: