terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Segundo Ato

A poesia é o abrir das cortinas
Em busca de um novo horizonte.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário