segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Sede

Acordei com um amargor na boca
E uma grande sede de poesia.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário