sexta-feira, 1 de junho de 2018

Nunca fizeram

De contrastes e Destinos
Meus poemas
Não fazem sentido.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário