terça-feira, 12 de julho de 2016

Pecaminosa

A fruta do pecado é a manga.
Nunca foi a maçã.
Manga, polpa, doce
Adoça toda amarga manhã.
A manga esconde mistérios,
E na língua conta segredos.
A manga dá água na boca
Cada mordida é um pecado.
A manga, fruto da luxúria
Por sob a casca esconde
Toda forma doce de volúpia.
E o caroço da manga,
Pronto para surpreender
Abaixo da polpa macia
Vive a se desprender.
A língua roça a macia superfície
E os lábios apertam com vontade
Gozando-se em cada nota
De profano paladar.
Ao olhar-se no espelho,
Contempla-se a boca lambuzada
Fiapos entre fortes dentes,
Doce mel, caldo pecaminoso
da doce fruta abusada.

Fabiano Favretto





Nenhum comentário:

Postar um comentário