quinta-feira, 7 de abril de 2016

Quebra-cabeça

Quebra-cabeça,
Que complexidade
A nossa cabeça,
A humanidade.

Que charada.
Quais as moléculas
Agrupadas
Se tornam supérfluas?

Que desafio,
Que sofisticação!
Ser um contrario,
Ser de humanização.

Que arquitetura,
E quais os pilares?
A que altura
Estão os olhares?

Que provação,
E que ironia:
Um coração
Achar sintonia.

Quebra-cabeça,
Que simplicidade
A nossa cabeça,
A humanidade.

Fabiano Favretto

2 comentários:

  1. dever ser coisa musical, os músicos tem uma capacidade de síntese pela harmonia, então são economicos no bom sentido, não usam a palavram em vão (deixos espaços em branco, o vão? rs) taí... um compendio de haikai musicais dever mesmo ser feito...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrs
      Que interessante! Não havia pensado nesse poema em tom musical.
      Será que ficaria legal na melodia da viola caipira?

      Obrigado pela visita, ramonlvdiaz.
      Abraço.

      Excluir