sexta-feira, 4 de março de 2016

Hoje

Belo e lúgubre,
Realidade:
Poema fúnebre.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário