domingo, 29 de março de 2015

Paz de espírito - Pentapoesia #2

Essa paz que eu sinto
Há muito eu não sentia
Pois sereno está meu espírito
Em relação à dor que jazia.

Paz de espírito
Tranquilidade ao coração
Neste sentimento empírico
Não preciso ter razão

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário