sexta-feira, 13 de março de 2015

Não?

Diga que sim,
E então lhe darei..

Essa rosa patética,
Prosaica e sem métrica,
De perfume barato
E com classe de um rato.

Darei à você
Esta pobre rima
Como forma de minha 
Completa gratidão

O quê!?
Vai me dizer que não?

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário