domingo, 25 de maio de 2014

Goteira

Goteira no teto
Precipita-se a cair.
Gotinha travessa
Que não quer partir

Brilha à luz branca
Como brilha um cristal.
Brilha agora intensa,
Com brilho fenomenal.

Pinga agora mesmo,
Pinga mesmo depois.
Só não pingue a esmo:
Pinga por nós dois.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário