domingo, 29 de setembro de 2013

Enamorado

Posso dizer que me encantei. Não sei como você realmente é, nem o que pensa. Nunca ouvi uma palavra sua. Somente sei que me encantei. Seus olhos fazem-me perder em um labirinto de ansiedade sem fim, e sua boca faz-me querer sempre estar perto de ti, mesmo que a distância não possibilite.
Olho suas fotografias. Meu coração em êxtase dissolve-se. Meus músculos enrijecem pela carência de seu abraço. Meu olfato busca seu perfume em todos os cantos, mesmo nunca tê-lo conhecido.
Permaneço um covarde, um pobre, um vagabundo. Permaneço um Poeta, Anônimo, Enamorado!

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário