segunda-feira, 24 de junho de 2013

Nunca sinto-me livre

Esta sensação
Me queima por dentro
Desde o momento em que acordo
Até o momento em que me deito.
Nunca sinto-me livre:
É um estado de morrer-viver eterno.



Essa tal de azía é muito da chata, viu?

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário