sábado, 1 de junho de 2013

Eu espero

Eu espero que seus beijos
Tenham sabor de vinho seco,
Sejam fontes inesgotáveis
De amor e de desejo.

Seus lábios vermelhos,
Convidativos e sinceros,
Inebriam-me:
Singelo hipnotismo. 

O silêncio do covarde,
E a omissão de palavras rotas,
São o ápice do perder-me
No labirinto de seu sorriso.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário