segunda-feira, 1 de abril de 2013

Demasiada Curta

É a escada que te leva para baixo.
Antes fosse a que te elevasse.
Da próxima vez pego um elevador.

Demasiado curto
É o tempo que te resta.
Antes fosse o que passou.
Da próxima vez quebro o despertador.

Demasiada curta
É a sua vontade.
Antes fosse sua preguiça.
Da próxima vez peço-lhe por favor.

Demasiado curto
É a minha compreensão.
Antes fosse meu desentendimento.
Da próxima vez pergunto ao professor.

Demasiada curta
É a sua presença.
Antes fosse sua ausência.
Da próxima vez sentirei o seu calor.

Demasiado curto
É o que não sinto por você.
Antes fosse a saudade.
Da próxima vez ofereço meu amor.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário