domingo, 18 de março de 2012

Suspiros e Devaneios.

Sonhando acordado, e
Em suspiros as lembranças
De coisas nunca realizadas..

Mas Ela passa!
Coração, porque bates mais forte?
Seria vontade de ficar perto dela?
Sensação de um coração solitário
Que em alguém busca conforto
Para que seja ela sua amada.

Lábios rosados e delgados,
O caminho dos lábios meus
Como queria que encontrassem.
Em agonia torturando-me
Noite e dia observando
Em silencio tênue sua passagem.

Quem dera Eu, simples mortal,
Poder em meus braços aconchegá-la.
Sei que nunca a alcançarei
Mas em devaneios existindo
Como no ato de um suspiro,
Em meus sonhos a encontrarei.
                                               
Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário