quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Violeiro sem sertão

Quando o violeiro não tem mais sertão
Sobram somente magoas e a terra seca no Coração
Quando o violeiro esquece a própria vida
Mas recorda o passado, esta ferida tao doída

Eu procurei o meu sertão
Mas só achei meu coração

Quando o violeiro sabe o seu destino
Sobram somente pedras e terra seca no caminho
Quando o violeiro esquece seu ponto de partida
Recorre à sua sina, esta amiga tao querida.

Eu procurei o meu sertão
Mas só achei meu coração

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário