segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Todas as paredes

Todas as paredes
São grossas e opacas.
Não me mostram verdades,
Não me mostram as placas.

Não quebro os tijolos
E a parede permanece.
Estou perto do solo
Quando a morte aparece.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário