quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Limites

É feriado, ficaste sozinho
E teu peso é tão denso
Quanto o seu próprio desespero.
Teus amigos chamaram,
Mas hoje não foste forte.
Amanhã também não o será.
Preparou seu telescópio,
Mas a Lua a ti negou o brilho.
As estrelas desapareceram
Nas entranhas da noite nublada.
Está só no universo,
E tal mistério não vai além
Dos limites do próprio
Coração.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário