sexta-feira, 6 de maio de 2016

Luz-Sombra

O que sou à sombra 
Dos mestres poetas?
Assombrado talvez...
Assombroso nunca!
Assombra-me também
A assombração da petulância:
O que é minha sombra
À luz dos mestres poetas?

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário