terça-feira, 10 de maio de 2016

É Samba

Quando a noite é samba,
No céu o palco é feito
De astros, brilhos perfeitos
Porque a noite é bamba.

Samba, samba centenário,
Em noites de alegria
Que mostram um cenário
De pronfunda harmonia:

O pandeiro de lua
E estrelas rítmicas,
Constelações artísticas
Que iluminam a rua,

Dão compasso ao mulato
Que sorri e abraça
Seu companheiro cavaco
E anima a praça.

É esse samba exato
Que à vida se enlaça.
É esse samba, o ato
Da vida toda, a graça.

Fabiano Favretto

Nenhum comentário:

Postar um comentário